Site de A a Z ///
Siga-nos:
 

▶ Divulgação ///

<< Voltar ///

08/02/2017 às 17h50

Em sua estreia na tribuna da Alep, Corti agradece apoio e fala dos desafios na função de parlamentar

Por Kharina Guimarães


Foram muitos os desafios no caminho em busca de um grande objetivo. Chegar à Assembleia Legislativa do Paraná sempre foi um sonho para Luís Raimundo Corti (PSC). “Uma vez soltaram foguetes quando não me elegi e eu pensei que aquelas pessoas estavam erradas, porque elas não tinham a expectativa de se eleger e de chegarem à Assembleia – e eu tinha. Eu sempre carreguei essa esperança dentro de mim, de que chegaria o dia, como hoje, em que eu pudesse falar ao estado do Paraná na condição de deputado”.

Há praticamente um mês no cargo de deputado estadual, Corti tem usado a experiência como ex-vereador e ex-prefeito de São Jorge D’Oeste para conduzir os trabalhos. Esta semana, participou pela primeira vez de uma sessão plenária, discutiu e votou projetos para o Paraná.  Nesta quarta-feira (8), estreou na tribuna para agradecer e falar dos desafios na nova função. “É uma oportunidade para agradecer o incentivo e apoio da minha família, de meu pai, em memória, que me acendeu a luz para que hoje eu pudesse falar aqui nessa Casa de Leis. Agradeço aos 20.495 eleitores do Paraná que me deram a representatividade para aqui poder falar em seus nomes. Agradeço aos suplentes e colegas de partido. Venho aqui com as limitações daqueles que assumem pela vez primeira. Venho aqui com as limitações de quem está com o quadro de saúde indefinido, mas venho com a força e com esperança de poder ajudar a construir um Paraná melhor”.

Uma das áreas prioritárias para Corti é a saúde. A primeira proposta que leva o nome do deputado como coautor é um projeto para aumentar de 12% para 15% o mínimo obrigatório para investimento na área. “Eu acabei lidando muito na vida com aquelas pessoas mais sofridas, aquelas que estão angustiadas porque não conseguem resolver o problema da cirurgia ou de uma vaga em UTI. Então, se o governo colocar mais recursos teremos uma capilaridade maior para atender as demandas”.

Outra demanda considerada importante para o deputado é infraestrutura de qualidade para atender as necessidades dos municípios do interior, com economia essencialmente agrícola. “Eu venho do Sudoeste do Paraná. Conheço algumas coisas que dificultam a vida dos municípios no conjunto das estradas do interior. Fiz o pedido para que sejam aportados recursos na (Secretaria de) Agricultura, que assim terá condições de atender os municípios”.

Histórico – Nascido em São João, Luís Corti é formando em Medicina Veterinária e em Direito. Ficou como quarto suplente nas eleições de 2014 e assumiu a vaga de deputado estadual depois da renúncia de Leonaldo Paranhos, eleito prefeito de Cascavel. O primeiro suplente, o deputado Evandro Araújo (PSC), já ocupava uma vaga no Legislativo e foi efetivado no cargo. Já o segundo e o terceiro suplentes foram eleitos nas eleições do ano passado, como prefeitos. Corti fica como suplente na vaga deixada por Ratinho Júnior, atual secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa (41) 3350-4188 ou 4049

Notícias mais lidas

Destaques