Site de A a Z ///
Siga-nos:
 

▶ Divulgação ///

<< Voltar ///

30/11/2018 às 14h21 > atualizado em 30/11/2018 às 15h44

Livro usa crônicas para abordar as adversidades do universo feminino

Por Ana Luzia Mikos

A proximidade com o fim do ano intensifica as avalições de como foram os últimos meses e no que se pode melhorar no futuro. Para a escritora Adriana Ferrareto é um período propício para encontrar coragem de superar traumas e medos e encarar os preconceitos e adversidades da vida. Inspirada nestas próprias vivências, ela escreveu o livro “Vou ali e já volto – 40 anos no deserto”, que é o tema desta sexta-feira (30) do programa Rádio Assembleia.

Ouça as entrevistas desta notícia:
Clique aqui para fazer o download do boletim

“O momento é de fazer uma faxina em algumas coisas da vida e repensar relações. Enfim, rever a forma como temos tocado a nossa própria vida”, diz Adriana, que também é coach e palestrante. Após superar traumas e medos, a autora se propôs a inspirar outras mulheres a enfrentar problemas semelhantes e recorrentes no universo feminino.

“Quero mostrar que é possível buscar e lutar para encontrar a identidade de cada um e que muitas vezes é necessário travar uma luta, confiar em si mesmo, aprender a não ser inocente e colocar limites nas pessoas e em você mesmo”, acrescentou.

Por meio de crônicas, ela trata com leveza e bom humor temas áridos como medo, culpa, inadequação, violência, enfrentamento da morte, ilusões e tantas outras experiências.

Lançamento – O livro “Vou ali e já volto – 40 anos no deserto”, da editora Casa do Escritor, será lançado no dia 6 de dezembro, às 19h30, nas Livrarias Curitiba, do Park Shopping Bariguí.

Variedades – O programa da Rádio Assembleia, desenvolvido pela equipe da Diretoria de Comunicação da Assembleia, é um conteúdo multiplataforma. Pode ser acompanhado pelo site da Assembleia Legislativa, na área destinada ao conteúdo de rádio (http://www.alep.pr.gov.br/divulgacao/radio_assembleia), ou ainda pela TV Assembleia.

Ele vai ao ar na TV após as sessões plenárias que iniciam às 14h30, nas segundas, terças e quartas. Nas quintas, logo após a exibição gravada da sessão do Tribunal de Contas (que inicia às 14 horas). Nas sextas-feiras a transmissão ocorre a partir das 15h30. As reprises acontecem às 22h30, de segunda a sexta-feira.

 



Notícias mais lidas

Destaques