Site de A a Z ///
Siga-nos:
 

▶ Divulgação ///

<< Voltar ///

13/03/2018 às 13h27

Comissão de Saúde Pública da Alep ouve demandas do Sindisaúde

Por Trajano Budola

Representantes da Secretaria de Estado da Saúde (SESA) e do Sindisaúde debateram na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), na manhã desta terça-feira (13), a contratação de 330 aprovados em concurso público de servidores de 2016 e que ainda aguardam chamada para nomeação. O encontro foi intermediado pela Comissão de Saúde Pública da Alep, presidida pelo deputado Doutor Batista (PMN), tendo como vice-presidente o deputado Tercílio Turini (PPS). Participaram da reunião ainda os deputados Nereu Moura (PMDB), Evandro Araújo (PSC) e Delegado Recalcatti (PSD).

A reivindicação do sindicato dos servidores é de que o Estado acelere o processo. “O déficit da saúde e a necessidade de atendimento à população são muito grandes”, justificou o representante do Sindisaúde, Leonardo Tarantin Raicoski. “Este concurso foi homologado em dezembro de 2016 e desde então estamos esperando a nomeação. Foram nomeados 585 servidores em abril de 2017, mas mais de 100 já pediram exoneração, ou seja, temos quase 50% de vagas que não foram efetivamente ocupadas”, explicou.

Maria do Carmo de Oliveira, assessora de planejamento da SESA, afirmou que o processo de absorção dos aprovados continua ativo. “Temos um estudo que demonstra a necessidade de pessoal por unidade, por município, por regional de saúde, hospital e hemocentro, e temos apontado tudo isto ao diretor-geral da pasta e ao secretário Michele Caputo. Os pedidos de nomeação estão em análise pelo governo para autorização de reposição do quadro de funcionários”, explicou.

De acordo com Maria do Carmo o processo é demorado por conta do ritual burocrático para as contratações. “É preciso passar pela parte orçamentária e financeira, pelas secretarias de Administração e de Planejamento, além do aval dos secretários da Fazenda e da Casa Civil, e ainda da Procuradoria Geral do Estado. Os processos têm caminhado, precisamos de gente e o nosso interesse é que o chamamento de todos seja concluído ainda neste ano”, afirmou.

Segundo o deputado Doutor Batista, a Comissão de Saúde Pública continuará intermediando o contato do sindicato com a SESA, para atendimento da demanda. “A preocupação deles também é a da comissão. Alegam que o aumento com despesas na folha de pagamento com a contratação de todos os aprovados corresponde a apenas 0,03% do orçamento da pasta, algo ínfimo. Precisamos de gente capacitada e a reivindicação é mais do que justa”, afirmou.