Site de A a Z ///
Siga-nos:
 

▶ Divulgação ///

<< Voltar ///

02/01/2019 às 11h00

Claudia Pereira priorizou a proteção social e o amparo dos mais vulneráveis, no curso do mandato

Por Vanderlei Rebelo

Ao se eleger deputada em 2014, Claudia Vanessa Fontoura Pereira, ou apenas Claudia Pereira (PSC), seu nome parlamentar, tinha claro que seu mandato deveria priorizar a proteção social e o amparo daqueles segmentos da população que mais necessitam do poder público – crianças, idosos, deficientes e mulheres. Afinal, este havia sido seu maior compromisso na campanha eleitoral.

Um compromisso que nasceu de sua formação pessoal como membro da Congregação Cristã do Brasil e da experiência profissional na Secretaria de Assistência Social da Prefeitura de Foz do Iguaçu, da qual foi titular entre 2013 e 2014.

Sua eleição para a presidência da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai), na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), deu-lhe a oportunidade de intensificar ações nessa direção.

E já no começo de seu mandato, em 2015, Claudia enfrentou seu primeiro grande desafio como legisladora, ao ser designada relatora do Plano Estadual de Educação na Criai.  Seu relatório, na forma de substitutivo geral, foi aprovado no Plenário e excluiu da proposta original do Poder Executivo alguns itens que, a seu ver, constituíam ideologia de gênero.

No curso destes quatro anos, ela promoveu audiências públicas na Alep para o exame de questões ligadas à saúde – em alguns casos específicos, para debater doenças que nem sempre têm merecido a devida atenção das autoridades, em prejuízo das vítimas – e também de temas espinhosos para a sociedade, como a adoção tardia.

No segundo semestre de 2017, Claudia e seus colegas deputados e deputadas da Criai desenvolveram minucioso trabalho para aperfeiçoar o projeto que instituiu a Política Estadual da Criança e do Adolescente, através de um substitutivo geral ao projeto original, do qual ela foi relatora.

Com a colaboração da OAB/PR, do Ministério Público e do Conselho da Criança e do Adolescente, a proposta foi adequada à legislação e às normas vigentes para que não restassem dúvidas quanto aos repasses de recursos fundo a fundo.

Mas, para além da ação social, Claudia Pereira teve atuação relevante em outras áreas, sobretudo na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia, credenciada por sua graduação em Direito, com especialização na Lei de Responsabilidade Fiscal. Como membro da CCJ, ela foi relatora de centenas de projetos e contribuiu para o aprimoramento do processo legislativo.

Nestes quatro anos de mandato, Claudia Pereira acumula um acervo de realizações que inclui a apresentação de 71 projetos de lei, três propostas de emenda constitucional, dois projetos de resolução e 873 requerimentos. Desse total, nada menos que 57 propostas de sua autoria se tornaram lei.

Paulista de Ilha Solteira, radicada no Oeste do Paraná ainda bebê, filha de um bancário e de mãe professora, Claudia Pereira é casada com o ex-deputado estadual e ex-prefeito de Foz do Iguaçu Reni Pereira. Ela conclui seu mandato, em janeiro, “ciente do dever cumprido”, ao buscar honrar todos os compromissos que assumiu perante seus eleitores.

Pronunciamento de despedida – A deputada Claudia Pereira (PSC) usou a tribuna da Assembleia Legislativa em 17 de dezembro para fazer um balanço de sua atuação ao longo dos quatro anos de mandato, destacando alguns dos inúmeros projetos que apresentou, 57 dos quais se transformaram em leis. Falou sobre seu compromisso com a defesa da saúde e dos direitos da mulher, das pessoas com deficiência, sobre sua passagem por diversas comissões técnicas, como a de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (CRIAI); pela Comissão de Constituição e Justiça; pela Comissão de Turismo e pela Comissão de Orçamento.

Manifestou sua gratidão aos companheiros da bancada do PSC, que chegou a liderar, e observou que se viveu momentos tensos e difíceis, viveu também outros, muito bons, de aprendizado e gratificação: “Foram quatro anos importantíssimos, em que fiz amigos, irmãos, companheiros de luta. Quatro anos que valeram por muitos”, afirmou, recordando momentos especiais vividos em várias cidades paranaenses, na condição de deputada. Durante o pronunciamento, ela foi aparteada pelo deputado Claudio Palozi (PSC), que agradeceu a oportunidade do trabalho conjunto que puderam desenvolver através da bancada a que pertencem; pelo deputado Pastor Edson Praczyk, que enalteceu sua condição de cristã, sua educação, cordialidade e firmeza de princípios; pela deputada Cantora Mara Lima (PSC), que mostrou-se “orgulhosa” pelo trabalho que realizaram juntas em defesa dos direitos da mulher; e pelo deputado André Bueno (PSDB), com base na mesma região de Claudia, que saudou seu empenho em prol das causas da saúde, da dignidade das mulheres, das pessoas idosas e das pessoas com deficiência.

 



Notícias mais lidas

Destaques