Site de A a Z ///
Siga-nos:
 
<< Voltar ///

Felipe Francischini

Foto: Pedro de Oliveira/ALEP

Partido: PSL

Localização do Gabinete: 3º andar - sala 305 (prédio dos gabinetes)

Telefone(s): (41) 3350-4286

Biografia

Felipe Francischini, 24 anos, é advogado. Formou-se em Direito pela UniCuritiba e atualmente cursa um MBA Executivo em Finanças, Controladoria e Auditoria pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Nas eleições de 2014, foi eleito Deputado Estadual no Paraná com 35.842 votos.

Jovem na política, Felipe Francischini ingressou na Assembleia Legislativa do Paraná com o objetivo de fazer um mandato diferenciado, dando prioridade para a atuação técnica e deixando a política para o plano secundário. Deste modo, já em seu primeiro ano de mandato foi o deputado estadual que mais aprovou projetos de lei e um dos poucos que manteve 100% de presença em todas as sessões da Casa.

O jovem deputado tem elaborado e debatido projetos em diversas áreas que não possuem a atenção necessária por parte dos administradores públicos e legisladores brasileiros, como a questão dos direitos das pessoas com deficiência, proteção aos animais e ao meio ambiente e políticas públicas para os idosos.

Já possui projetos aprovados e articulações importantes em diversas áreas, como segurança pública, saúde, educação, direito do consumidor, agropecuária, entre outras, deixando de lado, desta maneira, o velho entendimento político de focar e atuar em apenas uma ou duas causas visando interesses eleitorais.

Desde muito cedo, acompanha a rotina de seu pai, o delegado federal e deputado federal Fernando Francischini, no combate à criminalidade e à corrupção. Por isso, busca se especializar no estudo da aplicação dos recursos públicos e, principalmente, em sua fiscalização e controle.

O Brasil tem jeito, mas é necessária a ajuda de todos os cidadãos que visam o progresso. Deste modo, estamos abertos a sugestões e críticas para melhorar cada vez mais nossa atuação. Colabore!

.

* (As informações contidas no perfil do deputado são de responsabilidade da assessoria 
    do próprio parlamentar)